Seguidores

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

MUITAS VEZES TAMBÉM ERREI POR ISSO NÃO TE JULGO



Fácil é julgarmos os outros, muito mais fácil condená-los, quando nunca estivemos em situação parecida ou igual. E mesmo já tendo estado em situação igual para nós sempre há desculpa, mas para os outros não.

Nós sempre somos os melhores, sempre é a nossa verdade que vale, a opinião dos outros é sempre motivo de mofo e pouco caso.
Como estamos errados, como somos egoístas, como esquecemos as palavras do Divino Mestre, que nos disse " Aquele que julgar, será julgado". " Com a mesma medida que julgares o teu próximo, serás julgado".

Procuremos irmãos a humildade que é sem dúvida nenhuma a chave que abrirá os nossos corações. Jamais tenhamos vergonha de dizer "Perdão", e jamais tenhamos medo de reconhecer os nossos erros, e quando um irmão errar ao invés de acusar, procuremos ajudá-lo a se levantar, lembremos de nossos erros e curvemos o nosso orgulho e digamos " Não te julgo porque também errei e se aqui estou é porque imperfeito sou, ajuda-me
deixando com que eu te ajude".

Veremos então que nos sentiremos bem melhor, com a consciência em paz.

Ditado por João de Albuquerque

Psicografado por Luconi
em 03-07-1978.

Nenhum comentário:

Postar um comentário