Seguidores

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

UM DESABAFO




Venho aqui desabafar, esta situação que é difícil, e peço façam o favor se coloquem em meu lugar.
Na vida quando encarnado, sempre fui muito apressado, nunca deixei para amanhã o que hoje se podia fazer. Pensava ser o certo, agia assim com tudo, no trabalho e na familia e também com os amigos.
Sempre tentei seguir as regras que aprendi, e não fazer mal a ninguém foi a primeira delas, mas não aprendi a lidar com o emocional por isso querendo fazer o bem, metia os pés pela mão.
Bastava alguém desabafar, ou alguém ser insultado, que não olhando o outro lado, pois tudo tem dois lados, eu já tomava as dores, como comprava inimigos sem ao menos conhecer, de tão justo que queria ser, muitas injustiças eu fiz.
Para mim era difícil eu ter que brigar, pois sempre procurei as regras obedecer, se fui injustiçado ora eu não brigava, isso é coisa da vida, ficava é bem magoado.
Enfim sabia brigar, mas pelos outros, sempre intervinha nas contendas alheias, para mim punha nas mãos do Pai, eu sempre tive fé, apesar de não ter seguido a risca nenhuma religião, mas o respeito a todas isso eu tinha sim.
Agora vejam bem, fiz a grande viagem, deparei-me com um mundo muito justo e verdadeiro, e depois de um longo tempo, recuperação e aprendizagem, fui colocado agora no trabalho de ajuda aos encarnados.
Ah vocês não sabem, é para eu aprender a sempre olhar os dois lados, não sabem como sofro, ao ter que me segurar, o desespero que dá ao ver alguém cair na lábia da falsidade.
Mas realmente como desencarnado, o que podemos fazer é tentar intuir, esta equipe de apoio, tenta evitar um desastre maior na vida de alguns encarnados, que estão muitas vezes sendo vítimas de obsessores.
Mas olha meus amigos, imagina o que sinto, quando vejo eles ouvirem as sugestões dos obsessores, e a nossa nem faz cócega.
Com o tempo estou aprendendo, até os obsessores tem seu lado, se hoje são algozes, um dia foram vítimas, então entra aquele emocional que tenho que aprender a controlar, morro de pena deles não, não está errado, a pena é um sentimento que provem do amor, mas no caso dos obsessores só posso intervir na hora certa, na hora que sua mente estiver preparada para admitir a existência da justiça Divina.
Entendendo assim que deve perdoar, que um erro não justifica outro, que o Amor do Pai está em todas as criaturas por Ele criada e que os ensinamentos de Jesus devem ser seguidos e por Ele ter se dado a nós em sacrifício é o primeiro a quem devemos pedir perdão.
Portanto, apesar de sentir pena desse e daquele, nada posso fazer de imediato, a não ser continuar intuindo, energizando com amor todos os envolvidos, pedindo socorro aos irmãos mais iluminados quando vejo que a situação se complica, e o mais importante orando, levantando as minhas preces ao Pai, ao Mestre e ao Sagrado Coração de Maria, pelos que eu tenho missão de dar apoio e por mim espírito que ainda engatinha nos caminhos da evolução.
Agora porque eu faço este desabafo?
Ora, ora porque encontrei este canal aberto, e então pensei, tenho que avisá-los de alguma forma que analisem as situações antes de tomarem este ou aquele juízo, tentem ajudar os dois lados, sempre com palavras apaziguadoras, não julguem jamais porque vocês não imaginam as tramas que são entrelaçadas no decorrer das várias encarnações de um mesmo espírito.
Bem ando meio ocupado, agradeço a todos que lerem estas linhas e meditarem um pouco sobre o assunto, mas não esqueçam, jamais devemos cruzar os braços, apareceu em nosso caminho a nós pertence, mas também não devemos agir precipitadamente, balancemos o emocional com a razão, ninguém está totalmente certo nunca, sempre houve um inicio, e este inicio pode estar bem mais longe do que imagina.
Agradeço ao Criador meu Pai, ao Mestre Jesus e ao Sagrado Coração de Maria, a oportunidade, e a você que me deu esta abertura para poder passar a mensagem, não fique triste não eu volto, gostei de fazer isso. Fiquem com Deus.


Ditado por Gerson Oliveira Santana
psicografado por Luconi
em 18-02-2010

10 comentários:

  1. Luconi, a tarefa é ardua, a travessia é longa, mas não podemos desacreditar. Os mundo são adversos, a ignorância ainda presente nos corações humanos.
    A soleira está presente, na humildade que se arrasta, provando que podemos, com dignidade e amor, fazer o percurso com louvor, compreendendo e compreendendo. Um dia fomos todos tiranos, quem somos para julgar, se hoje alcançamos algum plano, oxalá, oxalá, o importante é prosseguir, agradecendo ao mestre Jesus os exemplos nos deixado, apregoado na cruz. Defeitos quem não os tem, e como temos, não podemos nos afastar dos defeitos de ninguém. Podemos sim repassar aquilo que já vivemos, mas deixar o companheiro decidir em respeito ao livre arbítrio, pois que a hora é chegada a quem quiser prosseguir...

    Linda mensagem e que a Paz de Jesus esteja com todos nós, na minha, na tua e em todas as casas...

    Qto ao meu texto comentado.
    Olhos conscientes assistem a roda que segue no cotidiano que se esvai. Há um corre-corre no mundo, uns ligeiros outros acomodados, mas eis o teatro da vida, todos na mesma roda buscando a sobrevivência... Alguns no si mesmo e nem percebe os avisos surgindo, outros temerosos, perdidos, sem um sinal de alerta, sem a compreensão devida. O tempo urge e a hora é esta de lutarmos por esta felicidade que está muito além da vida do aqui, agora....

    Bjs minha amiga e
    um excelente semana pra ti.

    ps:Hoje estou indo assistir a uma palestra de Divaldo Pereira Franco, que se encontra aqui na minha cidade em Franca-SP.
    Pra mim é um Domingo a ser fechado com chave de ouro...

    Livinha

    ResponderExcluir
  2. Es un poema precioso.. gracias por compartirlo.

    Un beso


    Un abrazo
    Con mis
    Saludos fraternos de siempre.


    Que la semana que comienza sea de las mejores. mis mejores deseos.

    ResponderExcluir
  3. Um desabafo que nos serve de reflexão. Grata por compartilhar, este momento de psicografia, pela relevância do tema, nesta escola da vida. Abraços fraternos, guida

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga Luconi,

    Venho agradecer a sua visita e tão linda e carinhosa mensagem de condolência.
    Em meu nome e de toda a família o nosso muito obrigado!

    Grande e fraterno abraço,

    FrancK

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante a mensagem, bem tocante e verdadeira; é um espélho em que podemos nos mirar.

    ResponderExcluir
  6. Luconi. Que belo trabalho faz. Receber essas lindas mensagens a nos transmitir conhecimento e sabedoria. Também sou Espírita e começo a fazer a educação da mediunidade. Fui para a Doutrina há 3 anos e 8 meses, quando então perdi minha única filha, Marcela, com seus 22 anos e 10 meses e faltando apenas 6 meses para se formar em Medicina Veterinária. Ela e eu éramos muito unidas. Um amor de muitas vidas, eu acho. Ela partiu e aqui fiquei num sofrimento horrível, depressão, sem saber o que fazer da vida. Até que encontrei a Doutrina Espírita e só tenho a agradecer, pois comecei a entender que a morte não existe e que temos de fazer de tudo para sermos felizes, inclusive, para continuarmos a ser boas mães para os que partiram. Não posso lhe dizer que sou absolutamente feliz, mas estou tentando e como! Foi um prazer enorme te conhecer, amiga. Espero que Deus lhe auxilie sempre em seu trabalho. Beijos e apareça no Arca. Vai ser sempre muito bem recebida.

    ResponderExcluir
  7. Tudo na vida tem seu tempo, aprender é nossa missão e a dos demias...ensinar também é poder ajudar, enfim façamos nosso melhor sempre...paz.

    ResponderExcluir
  8. LU,sabado no nosso trabalho o tema foi exatamente este da tua msg.
    E como somos ligeiros pra criticar a pseudovitima que acreditamos ,quando ouvimos certo relato.
    Corremos para defender o contador e esquecemos de ouvir o lado do ofensor.
    Como é dificil atribuir uma virtude a alguem quando fez algo que discordamos ,mesmo que não foi pra nós.
    Isso é um aprendizado constante em nossa vida ,temos que ter os freios mais puxados quando escutarmos algo que não conhecemos.
    Tenho esta marca registrada e luto sempre para me melhorar cada vez mais, apesar de não ser fácil.
    Sempre uso o argumento que sendo filha de XANGO com IANSA ,eu não posso ver injustiça que muitas vezes é mais uma justiça a ser analisada.
    Acho que quando desencarnar ,vou mandar palavras como a do Gerson e voltar para repassar informações que ainda não consigo dominar.
    Mas o tempo como um nobre companheiro ,sempre nos dá mais dinheiro ,para refazer novas compras e eu chego lá se Deus quiser.
    Abraços pra familia.

    ResponderExcluir
  9. Que Nosso Senhor sempre esteja contigo, Edson!... Deixo um abraço na Luconi, minha amiga de todas as horas...

    ResponderExcluir
  10. Olá, eu vim recarregar minha energias aqui, eu adorei seu espaço fantástico...imensa gratidão por este blog lindo, li seu coração nele e é lindo demais.
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir