Seguidores

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

SÓ OUVIR NÃO ADIANTA




Ouvindo sábias palavras, que falavam sobre o amor, parei por alguns instantes e coloquei-me a meditar.

Como é belo ouvirmos tão belas mensagens, mas quando termina a palestra, bem poucos a colocam em pratica. Sabem de cor e salteado, os fundamentos ensinados, muitas vezes já ouviram outras tantas já leram, mas de forma nenhuma em prática as colocam.

Será que não entendem? Ou acham que é utopia? Que no dia a dia desta vida terrena é impossível cumprir com o que lhes foi ensinado? Pior ainda se apesar de saberem que as sábias palavras contêm ensinamentos verdadeiros, eles encontram sempre uma boa desculpa para si mesmos para que no seu dia a dia não aplicarem, não exemplificarem.

É cada um tem o seu porquê e assim seguem a vida, de que adiantam fazerem parte desta ou daquela igreja ou seita religiosa, acham que só o fato de ali estarem já estão fazendo tudo.

Melhor então aqueles que não têm oportunidade de se embrenharem em seitas ou religiões, que vivem o seu dia a dia sem carregar dentro de si nenhum ensinamento específico, só aquele que a própria vida lhes deu.

 Entre estes é mais comum vermos exemplos de amor ao próximo, de solidariedade, fazem espontaneamente, têm em sim a semente do amor plantada e deixam que germine livremente sem se envergonharem, distribuem sorrisos, estendem as mãos, dão uma palavra e o ombro para quem se achegar.

Logicamente que também encontramos entre eles aqueles que são iguaizinhos aos que frequentam as seitas ou religiões, são indiferentes olhando só para o próprio umbigo, mas eles ainda têm algo melhor não são hipócritas, são o que são e pronto.

Então eu vos pergunto em qual caso você se encaixa? Está entre os membros de uma comunidade religiosa que tenta praticar os ensinamentos de coração aberto sem pedir nada em troca? Ou faz parte da maioria, que saindo dali arrumam uma boa desculpa?

Está entre aqueles que nada frequentam, mas tentam dar o melhor de si para os outros? Ou está entre aqueles que são iguais aos que frequentam, mas saindo dali tudo esquecem?

Não sei qual é o seu caso, mas sei que a partir de hoje você procurará ser sincero com você mesmo e a partir desta sinceridade talvez muita coisa possa mudar, eu torço muito para isso, sei que haverá um mentor seu, um anjo da guarda, um protetor, alguém que estará do seu lado nesta hora e além de ajuda-lo muito feliz ficará.

Fique em Paz
 ditado por Aspargos
psicografado por Luconi
20-11-2011

7 comentários:

  1. Palavras sábias, lição para nossa bagagem de reflexão, abraços, minha amiga, Alê.

    ResponderExcluir
  2. Marcia,um texto muito verdadeiro!Precisamos fazer acontecer e não somente fazer discursos!Linda e reflexiva msg!Bjs,

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga

    O amor se faz
    de palavras,
    mas também de
    vida prática.
    Os dois sentimentos
    se completam
    e se justificam.
    Assim se fazem plenos
    e encontram sentidos.
    Amar exige
    tornar real o amor.


    Para cada dia de tua vida
    um novo sonho.

    ResponderExcluir
  4. Olá Luconi, a pratica do bem requer trabalho interior e somos, ainda, muito acomodados. Mas estamos todos os dias aprendendo e certamente, um dia, conseguiremos colocar em pratica tudo o q aprendemos. Muita paz!

    ResponderExcluir
  5. O importante é termos o coração e a mente abertos para aprendermos todos os dias e colocarmos em prática.
    Beijos, minha amada!

    ResponderExcluir
  6. Luconi, querida, achei q vc não estava postando em virtude da doença de seu marido. Fiquei feliz em ver seu recadinho em outro blog, daí resolvi vir te visitar. As preces pelo seu marido continuam sendo feitas. Tb te sinto muito querida. Espero de coração q tudo se encaminhe da melhor maneira possível. Torço por vc. Muita paz!

    ResponderExcluir
  7. Olá Luconi,
    Linda esta mensagem! Esse amigo espiritual, como não poderia deixar de ser, conhece muito bem os nossos pensamentos e ações. É exatamente assim como ele citou na mensagem. Poucos são aqueles que, conscientes de sua responsabilidade como alma na busca da evolução, procura o conhecimento espírita e, se não o repassa, pelo menos age com o coração diante dos problemas de nossos irmãos.
    Querida, como está seu marido? Preocupa-me saber
    da saúde dele.
    Um grande beijo, amiga.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir