Seguidores

domingo, 27 de abril de 2014

CONFORMISMO É DOENÇA ?




Mais uma vez, visualizando a orbe terrestre, vi muita tristeza, homens e mulheres trancados em si próprios, com o coração doído pelas agruras da vida, mas por se acharem impotentes para mudarem a situação, simplesmente se conformam e param de lutar e o pior é que passam isto aos pequenos que têm ao seu encargo.


Não estou pregando a revolta, de forma alguma, mas existe dois tipos de conformidade, aquela que aceita as designações do Altíssimo, mas exatamente por crer Nele sabe que a vida é escola e que devemos dentro das Leis do Pai lutar para a nossa melhora, espiritual e material, confiando sempre que Ele fará o melhor e que em Sua Infinita Bondade e Justiça, reconhecerá nosso esforço abrindo-nos caminhos, portas ou apenas uma fresta, não importa, mas importa reconhecermos as oportunidades que Ele nos envia e não cruzarmos os braços, mas sim, aproveitar para nosso melhoramento.


O outro tipo de conformidade é que causa tristeza a nós do mundo espiritual, é a conformidade que vem não pela fé, mas pela falta dela, onde não existe esperança, mas sim, uma sensação de que são uns coitados que de tudo a vida ou a sociedade lhes nega e por isto mesmo ir a luta é perda de tempo e neste caso o céu cansa de chamá-los à vida, abrindo-lhes frestas, portas, caminhos, que eles se recusam a enxergar, simplesmente por que não acreditam em si próprios e não se julgam dignos do olhar de Deus.


É esta conformidade que mais nos causa tristeza, são irmãos que muito sofrem, uns totalmente entregues são alvos fáceis para obsessores que os induzem aos vícios, principalmente à bebida alcoólica, destruindo parcialmente o seu mental sem contar com o que faz com o corpo, arrastando os que deles dependem a muito sofrimento.


Na verdade, são irmãos doentes, com o espírito abatido, que em seus  inconscientes esperam a vida passar pensando que morrendo os sofrimentos terminam. Destes irmãos encontramos as dezenas de milhares neste planeta bendito, cabendo a todo que se diz cristão, não importando a doutrina que pratica, tentar de alguma forma se não curá-los ao menos encaminhá-los para tratamento. Como?


Olhando para eles, mostrando que eles existem e que como seres humanos têm direito a dignidade, que as escolas cristãs são para eles em primeiro lugar do que para qualquer outro, porque Jesus veio para os doentes e se todos somos doentes de espírito a caminho da cura, eles sem dúvida estão em estado mais grave que nós e quem sabe a nossa cura não é justamente curá-los?


Não se esqueçam que recebemos conforme o nosso merecimento, atos de amor sem nenhuma pretensão, gera bálsamo lenitivo para as doenças de nossa própria alma, então pensem duas vezes antes de se esgueirarem e demonstrarem a sua aversão a estes pobres doentes da vida. Digo pobres não pela situação financeira, porque temos recolhido muitos ricos da terra que se entregaram a própria destruição através do conformismo doentio e exatamente por serem ricos eram bajulados e até alimentavam a sua doença com palavras, até o jogarem em uma sarjeta ou o trancarem em casas de recuperação de onde nunca saíram.


Pobres ou ricos da terra, não tem diferença, a doença é a mesma e os transforma em trapos humanos merecedores de nossa assistência, carinho sincero, preocupação sincera, prece sincera, são coisas que não custa um tostão nem pra ricos nem pra pobres, quem quer ajudar encontra o meio, quem arruma desculpa tem a doença do egoísmo e preconceito que é gerada pelo desamor.


Só Peço que meditem sobre isso, apenas isso, meditem e se policiem.


Ditado pelo Irmão da Paz
em 27-04-2014
psicografado por Luconi

5 comentários:

  1. Maravilha! Fortes reflexões nos induz essa mensagem e cabe um pouco pra cada um de nós, com certeza! Adorei! beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Bela discrição tempos difíceis nos levam a pensamentos obscuros e vazios temos sempre de lembrar que Deus é por nós!

    ResponderExcluir
  3. Bela discrição tempos difíceis nos levam a pensamentos obscuros e vazios temos sempre de lembrar que Deus é por nós!

    ResponderExcluir
  4. Luconi,nem me fale em conformismo e doença! Vivi esse tipo de situação com minha sogra que dsencarnou há pouco...é muito triste quando a pessoa deixa de lutar pela vida, com tantos outros, com doenças bem mais graves querendo viver! Linda msg do irmão da Paz! bjs,

    ResponderExcluir
  5. Um texto verdadeiro, repleto de excelentes considerações. Obrigado, Marcia, por nos trazer tão valiosas palavras

    ResponderExcluir