Seguidores

domingo, 11 de outubro de 2009

PAIS TENHAM SUAS CONSCIÊNCIAS TRANQUILAS




Aquela criança, tão pura, tão linda, veja como brinca com as próprias mãos, veja como tenta se sustentar sobre os pés tão pequeninos e frágeis ainda.

É uma visão bela, alegre, como é maravilhosa a inocência. Ai está um diamante a ser lapidado.

Esta pequenina criança reencarnada, leva em sua bagagem grande sabedoria, pois é na verdade um velho espírito, mas leva também pequenos e grandes defeitos.

Cabe a vós, que sois seus pais ou avós que te incumbistes da sua tutela, a correção desses defeitos e o desabrochar de sua sabedoria. 

Saiba regar e adubar a plantinha, e amanhã colherás bons frutos. 

Não queiras no dia de amanhã olhar para um mau homem e com lágrimas nos olhos lembrar-se da pequena e pura criança que ele foi, não queira culpar-se pelos defeitos que não conseguistes podar e pela semente de amor que não soubeste regar. 

Faça tudo que está ao teu alcance, cabe a vós a evolução desta criança, e se mesmo assim, usando de todos os esforços falhares, será triste sim, chorarás da mesma forma, mas pelo menos tua consciência estará tranquila. 


Ditado por João de Albuquerque
psicografado por Luconi 
em 18-07-1978.

2 comentários:

  1. Faça o que seu coração pedir ele saberá deixa-lo em paz.

    ResponderExcluir
  2. Maravilha essa inocência e poder dormir com a certeza de haver feito apenas o bem...beijos,chica

    ResponderExcluir