Seguidores

terça-feira, 10 de novembro de 2009

NÃO JOGUE FORA SUA CHANCE





Andando por esta vida,
procurando minha estrada,
desviei-me do caminho,
ao pegar um atalho.

Vali-me da esperteza,
para a meta alcançar,
atrasando o caminho,
de quem era a vez de chegar.

Não estando preparado,
perdi o que alcancei,
cego de orgulho,
me revoltei.

O meu erro não enxergava,
o meu egoísmo me cegava,
enchia-me de razão o orgulho,
afastando de mim os afetos.

Cego, surdo para a realidade,
não ouvia os chamados,
daqueles que muito me amavam,
e as mãos me estendiam.

Isolei-me dentro de mim,
a muitos eu magoei,
abri as portas para os inimigos,
doença grave me assolou.

Jogado em uma cama,
sem nenhuma esperança,
as mãos que se estendiam,
eram de quem mais eu magoei.

Com paciência e amor,
ensinou-me a humildade,
falou-me do Salvador,
minha esperança restaurou.

Tarde demais para esta vida,
entendi o que dizia,
não podia por em prática,
cheio de culpa desencarnei.

Longa a estrada foi,
a culpa não permitia,
que eu enxergasse quem me socorria,
até que um dia enxerguei.

Em seus braços me recebeu,
aquele espírito amigo,
me levou para o socorro,
entendimento ganhei.

Agora estou aqui,
trabalhando e esperando,
oportunidade para encarnar,
e as lições por em prática.

A você que me lê,
como eu não faça,
que perdi uma vida,
por orgulho e egoísmo.

Repense seus atos dê uma chance a você mesmo.

ditado pelo espírito Lucas
psicografado por Luconi
em 10-11-09

Nenhum comentário:

Postar um comentário