Seguidores

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

COMO OUVIR DEUS

Nas nossas preces devemos estar sempre mais dispostos a ouvir que falar, mais precisamente, dispostos a ouvir Deus.

Na bíblia temos o exemplo de Samuel que, quando Deus o chamou, ele prontamente ergueu a sua voz e disse "fala porque o teu mensageiro ouve" e o jovem Samuel recebeu imediatamente a sua mensagem, assim como, também, Isaías, em cuja visão Deus estava em muito alto e sublime grau.

Isaías, como seu mensageiro, pôde contemplar Deus, assim como os demais mensageiros que estavam ao seu redor naquele momento e todos clamavam: "Santo! Santo! Santo é o Senhor. Enquanto via tudo isso Isaías abriu a boca e proferiu uma oração, entretanto, continuou ouvindo e em seguida ouviu a voz que clamava: " a quem enviarei? E quem há de ir por Mim?" E o mensageiro Isaías respondeu: "envia a mim Senhor". E Deus lhe deu a incumbência do que deveria executar.

Maria também parou para ouvir Deus. O mensageiro enviado foi o Anjo Gabriel e a mensagem enviada foi que seria mãe do seu (de Deus) filho Jesus. Só em ouvir com atenção as palavras do mensageiro Maria aceitou de bom grado e disse: "cumpra-se em mim o teu querer, sou tua serva".

Deus falando também aconteceu com Paulo, no caminho, próximo à cidade de Damasco, repentinamente Paulo foi cercado por um clarão e caiu.

Já refeito da sensação que sentira por ter ficado cego por ser a luz tão forte, a voz de Deus lhe dizia: "Por que me persegues?".
Paulo respondeu: "o que eu posso fazer?" e partindo dali a vida de Saulo mudou. Observemos, mais uma vez, que o motivo que levou Saulo a se converter foi a voz de Deus falando e ele ouvindo e respondendo.

Exemplos como esses vêm para confirmar que existe uma necessidade muito grande de ouvir a Deus nos momentos de tranqüilidade que tiramos para orar, não precisamos ficar falando, falando e falando. Deus sabe tudo de nós.

Na realidade nos é que temos necessidade de saber mais a respeito Dele, do Deus Verdadeiro, e qual é o seu objetivo para conosco.

A oração é parte importante porque um pai tem apreço em ouvir o filho, todavia, no momento de silêncio, meditação e contemplação deve haver mais tempo dedicado ao silêncio porque é no silêncio que nos tornamos receptivos às mensagens e conselhos de Deus, por isso é aconselhável passar constantemente por momentos de reflexão, quando boas lembranças se apoderam da nossa mente e ao fazermos assim a nossa confiança em Deus será constante.

Hoje, geralmente, nossas orações consistem em falar e nada ouvir. Fazemos as nossas preces regidas pelo tempo. Nunca paramos para ouvir a resposta de Deus. Dessa forma as nossas orações tornam-se vazias e formais; procuremos encontrar tempo suficiente para meditar e contemplar e não somente para ficar falando, falando e falando.

Podemos ouvir Deus no silêncio da nossa consciência, Deus tem inumeráveis formas de falar aos seus seguidores, e seja essa qual for, precisamos saber ouvir.

2 comentários:

  1. Sim na maioria das vezes o silêncio é a mais eloquente prece, parabéns meu amigo pela excelente mensagem. beijos Luconi

    ResponderExcluir
  2. Renato, que Deus seja uma certeza no coração dos homens! Devemos ter um tempo para Ele. Um 2010 cheio de amor. Teresa.

    ResponderExcluir