Seguidores

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

SE, TALVEZ, NÃO DEVERIAM EXISTIR




Talvez o dia fosse mais belo, se o olhasse de forma diferente.

Talvez a noite não tivesse mistérios que te causassem medo, se a sentisse de alma limpa.

Talvez são tantos os talvez que ficamos horas a cismar, perdemos tempo precioso, e o tempo urge, passa muito rápido, mas aquele que cisma em ficar no se e no talvez não consegue perceber isto.

Deixa a vida passar, como um trem que passa pela estação, não percebe a hora de saltar deste trem, não percebe a hora de mudar de vagão, não percebe a hora de tomar outra direção em outro trem.

Não, nada percebe, apenas se afunda em dúvidas, não realiza e pobre coitado se acha, acredita mesmo que a sorte nunca lhe sorri, fica a remoer-se quando um companheiro de jornada consegue realizar um sonho ou então parte para uma nova empreitada.

Não percebe quantas oportunidades lhe foram oferecidas, apenas ao lembrar-se delas, dá-se uma boa desculpa por não ter aproveitado. Sempre apareceram na hora errada, sempre havia um empecilho, nunca jamais pensa que foi uma fraqueza sua, que foi insegurança, que foi o medo do novo, o medo de errar.

Que pena, assim a vida passa, envelhece e não percebe que a insatisfação que sente é fruto de sua própria falta de segurança, que este sentimento que o faz sentir tão pequeno, foi produzido por si mesmo, e o pior sente-se tão infeliz que nem percebe as grandes realizações que fez ali no seu próprio mundo, não dá o mínimo valor ao amor que cultivou,
à mão que estendeu, ao abraço que não negou e  não dá valor ao seu próprio trabalho, simples mas honesto, que lhe proporciona o abençoado pão, o teto seguro, as vestes que abrigam seu corpo.

Não lhe passa pela cabeça que as escolhas foram suas, que o livre arbítrio sempre foi seu, e que se ele deixou que as chances de melhora passassem é porque preferiu seguir sua missão da forma que ele mesmo traçou deste o inicio sem mudanças, apenas dentro de seu mundo, e que Deus nosso Pai em sua sabedoria proporcionou a ele então oportunidades de engrandecimento espiritual ali no campo de batalha que ele escolheu.

Não percebe que optou em não lutar para melhora financeira, social, preferiu se dedicar ao que tinha, mas nem por isso foi colocado a parte pelo Pai, que sempre colocou em seu caminho chance de aprendizado espiritual, através de amigos, dos familiares, colegas. Que muitas ações benéficas são prestadas num simples dia rotineiro, mesmo que seja uma rotina que se repita há anos, sempre há uma diferença de uma jornada para outra, sempre há um plantio, sempre há chances de se acumular grandes tesouros espirituais.

Se você é uma dessas pessoas que se perdeu entre o se e o talvez, pare e pense, veja qual foi a sua real opção, veja que você pode ser feliz dentro desta opção, repare quanta beleza existe em cada dia que nasce mesmo que ele aparentemente esteja nublado e quanta paz existe na noite.

Depende só de você ser feliz e dar felicidade às pessoas que te rodeiam, não perca mais tempo viva o seu mundo, viva a sua rotina e dê graças a Deus por ela existir.


ditado por Aspargos
psicografado por Luconi
14-01-10

9 comentários:

  1. Amiga da alma,
    E no fascínio se fez poesia.
    Muito lindo este texto!
    Beijo no coração

    Passa lá pra tomar um cafezim feito na hora, com pão de queijo quentim

    ResponderExcluir
  2. Querida Marcia Maria...muita alegria com a sua visita, vim retribuir e fiquei encantada com a mensagem psicografada..emocionante!
    Uma semana cheia de Paz e Alegria no coração. Abreijos, guida

    ResponderExcluir
  3. Talvez o dia fosse mais belo, se o olhasse de forma diferente.
    Maria Luconi
    São tantos TALVEZ, que a gente acaba se perdendo dentro deles .
    Contudo creio que nada seja por acaso, e neste meu caso, eu pude vim conhecer este seu espaço maravilhoso, onde a alma sente elevada, obrigada por seu comentário ao meu espaço AVSPE, agora fico na espera de ter você em meus Blogs,
    com admiração,
    Efigênia

    ResponderExcluir
  4. Faça a sua história de vida da melhor maneira que conseguir, pois sempre vale a pena, paz.

    ResponderExcluir
  5. Luconi,

    Fiquei maravilhado com a mensagem, um texto lindíssimo!

    Agradeço a sua visita, e tão belo comentário deixado no meu blogue POEMAS INÉDITOS.

    Volte sempre, será um prazer!

    Beijos,

    FrancK

    ResponderExcluir
  6. Linda mensagem, como sempre por aqui...Quantas verzes ficamos diante dos SEs e dos Talvez,não? beijos,tudo de bom,chica(estou relapsa, mas prometo ao voltar e entrar no ritmo normal, visitar a todos.)

    ResponderExcluir
  7. E talvez ,se eu não retornasse hoje ao trabalho virtual ,não encontraria teu canal ,aberto para minha conexão.
    Conforme falei em nosso espaço agora a pouco , NADA ACONTECE POR ACASO e talvez amanhã eu já estaria atrazada para postar este comentário.
    Perdemos muitas horas do dia, envolvidos em pequenas romarias e quando nos damos conta o dia passou e a noite chegou ,com cara assustada então ,olhamos em disparada ,para tentar recuperar o tempo perdido.
    Mas sempre é tempo de recuperar o contratempo ,pelo que deixamos de fazer.
    Saudades grandes eu estava desta amiga e envio um abraço bem apertado.
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá amiga LUCONI, tudo bem? Vim retribuir a tua visita. Amei o teu Blog. De cara dei com este texto lindo, lindo!
    Só fiquei triste por que perdi um dos teus comentários no meu blog, por erro meu, desculpe.
    Um beijo de muita paz para ti.

    ResponderExcluir
  9. Nada passa por nossa vida sem percebermos, podemos é não querer ver alguma coisa...paz

    ResponderExcluir