Seguidores

domingo, 7 de outubro de 2012

NOITE PALCO PARA OS INSANOS




A noite caiu,
a estrela o céu iluminou,
a lua envergonhada,
só meio rosto mostrou.

Envergonhada dos atos insanos,
pela humanidade praticados,
durante o horário de seu reinado,
pensam que a noite é sua aliada.

A noite que foi criada,
para o descanso do justo,
do trabalhador honesto,
que sol a sol o pão labuta.

Só meia lua aparece,
mas nem sempre permanece,
pois no meio da escuridão,
atos profanos maculam seu reinado.

Então ao Pai faz sentida prece,
acompanham-na as estrelas,
num choro incontido,
junto com os inocentes sofrendo.

Imediatamente são atendidas,
suave brisa vem chegando,
aos poucos se transformando,
em forte ventania.

Então o céu vai de nuvens se cobrindo,
e o manto luminoso,
por detrás delas vai se escondendo,
as iniquidades não mais vendo.

A noite se torna escura,
as trevas dominam,
os humanos que a elas se entregam,
que ninguém os vê acreditam.

Pobre coitados iludidos,
que se esquecem de Deus,
que Onipotente e Onipresente,
a tudo assiste tristemente.

Até que um dia um vendaval,
traz de volta toda energia de maldade,
que em suas trajetórias praticaram,
enterrando-os sem piedade.

A Lua e as estrelas se apiedam,
então na noite voltam a brilhar,
trazendo a tais sofredores,
a esperança de um dia tudo passar.

Suas preces agora são por eles,
afinal crianças são,
engatinham na evolução,
quando aprenderem a lição,
do valor da vida não mais esquecerão.


Estejam em paz. 


Ditado por Mulato
Psicografado por Luconi
Em 16-09-2012



2 comentários:

  1. Tantas atrocidades são praticadas durante a presença da Lua e ainda do Sol..Linda mensagem. beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Esta noite sonhei com um eclipse. Era de manhã, e de repente, tudo ficou escuro como noite. Eu não conseguia encontrar o caminho de volta para a casa. Um dia, a lua se aborrece. Um dia, ela se recolhe e não volta mais.

    ResponderExcluir