Seguidores

sábado, 29 de agosto de 2015

DEUS NÃO CASTIGA



Não espere que o Pai em sua misericórdia infinita, dê castigo imediato a qualquer irmão que cometa erro.


Mesmo porque o Pai não castiga, mas proporciona oportunidades para que a pessoa aprenda e nem sempre será necessário aprender no sofrimento, o Pai em sua infinita sabedoria proporciona a todos a forma correta de aprendizado, dependendo de cada um a forma como este aprendizado se apresenta.


Jamais se ensina a uma criança que dá os primeiros passos as primeiras letras, jamais ensinamos a uma criança que cursa as primeiras séries questões de álgebra avançada, tudo tem a hora certa, o momento certo.


Assim também é para nós, espíritos encarnados ou desencarnados, Deus jamais proporcionará certos aprendizados para um espírito que ainda engatinha  rumo ao entendimento das verdades Divinas, jamais aplicaria uma lição a alguém que ainda não conseguiu erguer a venda da ignorância espiritual, que não compreende os verdadeiros valores da alma.

Não o Pai esperará que este irmão no seu tempo certo vá devagarinho assimilando em seu espírito imortal sementes dos verdadeiros valores, para na hora certa a água da vida regar estas sementes e estas finalmente começarem a brotar, crescer e dar frutos.


Lembre-se a lição de Jesus que diz que há quem muito se deu, muito será pedido.

Quando maior o entendimento das verdades divinas, maior a responsabilidade do ser humano em andar no caminho correto, não errando e também servindo de água viva para muitos que ainda engatinham.



O Pai jamais erra, tudo tem a hora certa, tudo tem uma razão de ser, e nós em nossa pequenez devemos apenas confiar, como um bebê em seus primeiros passos confia na mãezinha querida e no paizinho amado.

O importante é cada um tentar melhorar o máximo, aproveitando cada ensejo que a vida lhe oferece, uma melhora que venha do fundo de seu eu maior, mas sempre com muita humildade em seu coração, pois sem ela o esforço de melhora será tempo perdido.



Que Jesus os ilumine sempre,



ditado por João de Albuquerque
psicografado por Luconi

em 18-08-2015

Um comentário:

  1. Bom dia, Márcia.
    Bacana!
    Acho que Deus não pune, e nem recompensa. Não consigo ver em Deus um ser com uma personalidade que pune, castiga, recompensa. Para mim, Ele é uma força, não tem um formato humano ou de outro jeito.
    Tenha um excelente final de semana.

    ResponderExcluir